Descobri que meu filho fuma maconha e agora???

Exibir Tudo

Descobri que meu filho fuma maconha e agora???

DR. DOUGLAS MOTTA CALDERONI – MÉDICO PSIQUIATRA

Há uns dias, uma pessoa muito especial para mim me fez essa pergunta e pediu orientações, desde então tenho refletido sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vocês minhas ideias.

Em primeiro lugar, devemos orientar, contar a verdade para eles, pois infelizmente a mídia e a sociedade contam meias verdades para o público em geral. Ainda não consegui entender o real motivo disto, qual a vantagem que a mídia tem em contar estas meias verdades, mas inclusive quando falamos algumas coisas que sabemos através de estudos, somos mal interpretados por amigos e familiares, que acham que estamos fazendo uma tempestade em copo d’água, ou que somos exagerados, caretas, reacionários, etc.

Vamos aos fatos:

Em primeiro lugar, estamos falando de uma substância que é ilegal e que faz mal. Parece simples isso, mas parece que as pessoas banalizam o fato de ser proibido, de estar cometendo um crime ao comercializar e usar esta droga. Ficou banal. Lembre seus filhos disto.

O uso está relacionado e há vários estudos comprovando isso a uma queda do rendimento escolar e das funções cognitivas. Ou seja é verdade que a maconha emburrece! Sim, não é papo furado, há vários estudos que mostram piora significativa no desempenho acadêmico e profissional de pessoas que fazem uso.

A maconha que é fumada hoje em dia tem cerca de 50 vezes mais THC do que a maconha que era fumada na década de 70 pelos hippies, ou seja estamos falando de uma droga muito mais potente e com isso muito mais lesiva que aquela.

O uso de maconha na adolescência, momento em que o cérebro ainda está em formação está associado com um aumento de duas a quatro vezes de transtornos psicóticos. Estamos falando que, se uma criança ou adolescente fizer uso de maconha, ele tem uma chance de duas a quatro vezes maior de desenvolver doenças como esquizofrenia. Que são doenças que tem um impacto enorme na vida das pessoas, não tem cura e sim apenas tratamento, ou seja a maioria desses pacientes necessitaram de tratamento para o resto da vida. Terão prejuízos no desempenho de suas atividades. Encontrarão mais dificuldades em suas atividades acadêmicas e profissionais. Vejam bem, não estou falando que não conseguirão trabalhar, ter suas atividades acadêmicas e profissionais, mas que encontrarão maiores dificuldades caso desenvolvam esse quadro psicótico.

A maconha é uma substância psicoativa, o que quer dizer que ela age no sistema nervoso central e causa dependência e tolerância, ou seja, o organismo vai se acostumando com ela e vai necessitando de doses cada vez maiores e quando não está presente sente falta. Isso significa que a pessoa vai sentir falta do uso da droga, vai ficar mais irritada, deprimida, e começar a ter pensamentos que justifiquem o uso da droga, isto é, a pessoa começa a “se enganar”, para fazer o uso novamente.

Qualquer substância psicoativa que cause tolerância e dependência, quanto mais cedo for usado maior a chance de causar dependência. Por isso que mesmo o álcool não pode ser liberado para menores de 18 anos e em alguns países somente após os 21 anos que é liberado o uso.

Sim, existe essa história de porta de entrada para outras drogas e a maconha e o álcool é uma porta de entrada para outras drogas.

Uma erva natural pode te prejudicar sim. Lembre que muitos venenos que causam mortes são extraídos de plantas, lembre que há certas plantas que se ingerirmos podemos morrer, ou passar mal. Essa argumentação de que uma planta não pode te prejudicar não é verdadeira, faz parte da mídia da droga para seduzir as pessoas a usarem.

Estamos falando de alguns dados apenas que a mídia não fala muito, sempre as pessoas dizem que conhecem alguém que fuma maconha há muito tempo e que está bem, mas e se não usasse, será que não estaria melhor ainda? Conhecemos a vida pessoal dele? Será que não há prejuízos, discussões ou situações desagradáveis devido ao uso? Quanto dinheiro já foi perdido devido ao uso e as complicações legais, ou mesmo acidentes? Nunca houve nenhum trauma ou acidente devido ao uso? E mais diversas perguntas que podem ser feitas e que as pessoas raramente contam a verdade.

Enfim, se descobrimos que nosso filho está usando maconha, a primeira coisa a fazer é explicar para ele o que a mídia infelizmente não explica. Precisamos falar tudo que ocorre e pode ocorrer com o uso. Precisamos ter em mente que é verdade que algumas pessoas fazem uso esporádico e recreativo, mas que existe a chance disso se tornar uma doença muito grave e, quanto mais cedo o uso, maiores a chances de dar errado.

Espero que mais pessoas falem as verdades sobre esta erva natural que pode sim prejudicar!

14 Comentários

  1. descobri tambem k meu filho tambem funma maonha, nao sei como orintar ele porque ele diz k a maconha e uma erva natural, e nao importa oque eu digo ele sempre diz k estou errada nao sei com fazer ele para, ele tem apenas 15 ano e nao ouve, sera melhor eu levar ele a um psicologo? todos os amigos dele fuma aqui nos estados unidos estao liberando! a maconha esta na moda , para os adolecentes , nao sei como conversar com ele e muito difecel ele nao ouve. me de um conselho muito obrigado

  2. Silvia disse:

    Parabéns pela matéria muito esclarecedora .

  3. valeria disse:

    descobri que meu filho esta usando a maconha 1 ano e so agora vim descobrir ja conversei com ele sobre o asunto ele diz que nao gosta mais fuma pra dormi pois nao consegue dormi entao estou pensando em marca um medicopra ele preciso de ajuda para orienta-lo melhor

  4. Giselle disse:

    Descobri que meu filho esta fumando maconha em dezembro de 2013, conversei muito com ele…deixe de castigo e fiz vista grossa… quando no meio do ano de 2014 comecei a desconfiar que ele estava usando de novo… mas nunca pegava nada…vasculhava em tudo e não achava… quando foi no começo de setembro de 2014… ele chegou em casa e senti ele estranho comecei a apertar até que ele falo que tinha fumado, na mesma semana levei ele ao conselho tutelar para ver se conseguia pelo menos colocar medo nele… na quarta meu namorado entrou na minha casa e pegou ele e mais um amigo dele fumando… levei ele na casa do menino para falar com os pais do menino e contar o que eles estavam fazendo dentro da minha casa… proibi ele de sair com os amigos, de ir ao shoping, de sair na rua…conversei com ele tudo o que a maconha causa… mas ele fala que se sente bem… que ele não vai se viciar o mesmo papo de todos que fazem o uso da maconha…mas o mais agravante é que o pai dele fuma maconha e esta usando o oxi… mas ele não consegue enxergar que o pai esta se destruindo e ele tem o pai como exemplo .. ama esse pai acima de duto e no dia que liguei para o pai para falar…ele falou para o meu filho para fumar sim e de preferencia todos os dias pq é muito bom…estou desesperada e não sei o que fazer pois ele esta com uma ideia fixa que vai continuar fumando maconha e não vai parar… ja pensei em internação… comecei a participar do grupo de apoio amor exigente…. veja no que pode me ajudar… grata

  5. Valquiria disse:

    Tenho um filho de 16 anos,descobri que ele usa maconha a um ano,estou dezesperada não sei o que fazer ele era um ótimo filho amoroso. Ia muito bem na escola só que o ano passado repitiu e vem caindo muito seu desempenho,e novamente ele vai repitir. Seu comportamento mudou muito também em casa,as vezes tenho até medo ele fica muito agresivo. Já pensei em internação compulsoria,mas meu marido acha que vai ser bem pior quando ele voltar. Tentei levalo em uma pisicologa,mas ele não falava nada e ficava muito bravo em casa. A quem devo pedir ajuda por favor.

  6. Cristina disse:

    Gostei muito do seu texto. Tenho uma filha de 17 anos que fuma maconha, bebe vodka e vai mal na escola (ela está no 3º colegial). Já conversei diversas vezes com ela a respeito dos males da maconha e do álcool para o cérebro de um adolescente, inclusive quanto ao perigo de esquizofrenia. Ela deu uma parada, mas quando vai a festas, fuma e bebe com o namorado, que também é maconheiro e não estuda. Sou viúva e temo pela minha vida, pois o namorado da minha filha influencia ela e, a todo instante, está “orientando” ela via whatsapp.

  7. Susan disse:

    Olá! Concordo com vocês.Mas o que fazer quando a pessoa já é adulto com mais se 23 ano anos?! Com argumentos acima… O Brasil está atrasado…

    Ñ faz mal…
    Odrigada

  8. Susan disse:

    Olá! Concordo com vocês.Mas o que fazer quando a pessoa já é adulto com mais se 23 ano anos?! Com argumentos acima… O Brasil está atrasado…

    Ñ faz mal…
    Odrigada

  9. DEISE CHRISTIANE PAIVA DOS SANTOS disse:

    por favor preciso de uma orientaçao, descobri q meu filho esta fumando maconha, ele começou a fazer terapia, e me garantiu q nao vai usar mais, so q agora eu nao consigo confiar, pensei em leva-lo em um psiquiatra e pedir exames d sangue pra acompanhar se ele realmente nao vai mais usar estou errada.

  10. Melissa disse:

    Descobri que meu filho está fumando maconha. Estou muito mal. Eu mundo acabou e não aceito isso de jeito nenhum. Se quiser ser maconheiro, vai ser órfão maconheiro.

  11. Adriana vieira disse:

    Descobri q meu filho usa a maconha a algum tempo já falei com ele mais ele não me ouve diz q não faz mau que não vicia eu não sei oq fazer pr ele deixa de usá essa droga não posso fala com meu marido sobre o assunto pois ele não sabe lida com isso vai quere bate e sei q não cai adianta só vai piora td preciso muito de ajuda t apavorada meu filho só tem 16 anos

  12. Patricia Silva disse:

    Como as outras mães,não sei como agir. Primeiro encontrei uma colega dele dizendo que tinha um para eles fumarem. Uma mocinha muito bonita e é muito filho, nos sempre conversamos cobre tudo. Agora não sei nem como olhar para ele. Por favor me ajude! Meu filho e querido por todos aqui onde moramos e não quero perdê-lo.

  13. Mara disse:

    Li a materia, achei super esclarecedora, usou palavras de facil entendimento, sobtenho a agradecer, pois me encontro nessa situação com meu filho de 18 anos e lendo essa materia, me abriu a mente.

  14. Adriana disse:

    Descobri que meu filho usa maconha… a primeira sensação foi de incapacidade… me senti uma pessoa incompleta que não teve sucesso na criação do filho. Mas também tenho que ter consciência que ele precisa da minha ajuda agora. Não posso me vitimar e chorar. Agora tenho que vencer essa luta com sabedoria e muita fé em Deus. Não vou perder meu filho pras drogas. Nas minhas condições financeiras não consigo marcar psicólogo. E na faculdades dao preferência as pessoas que sofreram traumas etc.. eu acredito no meu filho. E sei que ele vai abrir os olhos. Dês de quando eu não feche o meu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *