Descobri que meu filho fuma maconha e agora???

Não sou especialista em tratamento de dependentes do álcool e outras substâncias, mas minha esposa que trabalha comigo é, além disso sou médico e psiquiatra o que me habilita a dar os meus palpites sobre este assunto.

Há uns dias, uma pessoa muito especial para mim me fez essa pergunta e pediu orientações, desde então tenho refletido sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vocês minhas ideias.

Em primeiro lugar, devemos orientar, contar a verdade para eles, pois infelizmente a mídia e a sociedade contam meias verdades para o público em geral. Ainda não consegui entender o real motivo disto, qual a vantagem que a mídia tem em contar estas meias verdades, mas inclusive quando falamos algumas coisas que sabemos através de estudos, somos mal interpretados por amigos e familiares, que acham que estamos fazendo uma tempestade em copo d’água, ou que somos exagerados, caretas, reacionários, etc.

Vamos aos fatos:

Em primeiro lugar, estamos falando de uma substância que é ilegal e que faz mal. Parece simples isso, mas parece que as pessoas banalizam o fato de ser proibido, de estar cometendo um crime ao comercializar e usar esta droga. Ficou banal. Lembre seus filhos disto.

O uso está relacionado e há vários estudos comprovando isso a uma queda do rendimento escolar e das funções cognitivas. Ou seja é verdade que a maconha emburrece! Sim, não é papo furado, há vários estudos que mostram piora significativa no desempenho acadêmico e profissional de pessoas que fazem uso.

A maconha que é fumada hoje em dia tem cerca de 50 vezes mais THC do que a maconha que era fumada na década de 70 pelos hippies, ou seja estamos falando de uma droga muito mais potente e com isso muito mais lesiva que aquela.

O uso de maconha na adolescência, momento em que o cérebro ainda está em formação está associado com um aumento de duas a quatro vezes de transtornos psicóticos. Estamos falando que, se uma criança ou adolescente fizer uso de maconha, ele tem uma chance de duas a quatro vezes maior de desenvolver doenças como esquizofrenia. Que são doenças que tem um impacto enorme na vida das pessoas, não tem cura e sim apenas tratamento, ou seja a maioria desses pacientes necessitaram de tratamento para o resto da vida. Terão prejuízos no desempenho de suas atividades. Encontrarão mais dificuldades em suas atividades acadêmicas e profissionais. Vejam bem, não estou falando que não conseguirão trabalhar, ter suas atividades acadêmicas e profissionais, mas que encontrarão maiores dificuldades caso desenvolvam esse quadro psicótico.

A maconha é uma substância psicoativa, o que quer dizer que ela age no sistema nervoso central e causa dependência e tolerância, ou seja, o organismo vai se acostumando com ela e vai necessitando de doses cada vez maiores e quando não está presente sente falta. Isso significa que a pessoa vai sentir falta do uso da droga, vai ficar mais irritada, deprimida, e começar a ter pensamentos que justifiquem o uso da droga, isto é, a pessoa começa a “se enganar”, para fazer o uso novamente.

Qualquer substância psicoativa que cause tolerância e dependência, quanto mais cedo for usado maior a chance de causar dependência. Por isso que mesmo o álcool não pode ser liberado para menores de 18 anos e em alguns países somente após os 21 anos que é liberado o uso.

Sim, existe essa história de porta de entrada para outras drogas e a maconha e o álcool é uma porta de entrada para outras drogas.

Uma erva natural pode te prejudicar sim. Lembre que muitos venenos que causam mortes são extraídos de plantas, lembre que há certas plantas que se ingerirmos podemos morrer, ou passar mal. Essa argumentação de que uma planta não pode te prejudicar não é verdadeira, faz parte da mídia da droga para seduzir as pessoas a usarem.

Estamos falando de alguns dados apenas que a mídia não fala muito, sempre as pessoas dizem que conhecem alguém que fuma maconha há muito tempo e que está bem, mas e se não usasse, será que não estaria melhor ainda? Conhecemos a vida pessoal dele? Será que não há prejuízos, discussões ou situações desagradáveis devido ao uso? Quanto dinheiro já foi perdido devido ao uso e as complicações legais, ou mesmo acidentes? Nunca houve nenhum trauma ou acidente devido ao uso? E mais diversas perguntas que podem ser feitas e que as pessoas raramente contam a verdade.

Enfim, se descobrimos que nosso filho está usando maconha, a primeira coisa a fazer é explicar para ele o que a mídia infelizmente não explica. Precisamos falar tudo que ocorre e pode ocorrer com o uso. Precisamos ter em mente que é verdade que algumas pessoas fazem uso esporádico e recreativo, mas que existe a chance disso se tornar uma doença muito grave e, quanto mais cedo o uso, maiores a chances de dar errado.

Espero que mais pessoas falem as verdades sobre esta erva natural que pode sim prejudicar!

Posts Relacionados

3 comments

  1. descobri tambem k meu filho tambem funma maonha, nao sei como orintar ele porque ele diz k a maconha e uma erva natural, e nao importa oque eu digo ele sempre diz k estou errada nao sei com fazer ele para, ele tem apenas 15 ano e nao ouve, sera melhor eu levar ele a um psicologo? todos os amigos dele fuma aqui nos estados unidos estao liberando! a maconha esta na moda , para os adolecentes , nao sei como conversar com ele e muito difecel ele nao ouve. me de um conselho muito obrigado

  2. Parabéns pela matéria muito esclarecedora .

  3. descobri que meu filho esta usando a maconha 1 ano e so agora vim descobrir ja conversei com ele sobre o asunto ele diz que nao gosta mais fuma pra dormi pois nao consegue dormi entao estou pensando em marca um medicopra ele preciso de ajuda para orienta-lo melhor

leave a comment